Principal » Notícias » Check-up médico ainda não é prioridade para as pessoas

Check-up médico ainda não é prioridade para as pessoas

0 Flares 0 Flares ×

Entenda como um acompanhamento médico regular evita doenças graves e irreversíveis

O ato de cuidar de si mesmo é um tema que tem se tornado cada vez mais popular. No Instagram, a hashtag #autocuidado conta com quase sete milhões de publicações que vão desde dicas de cuidados com a pele até a importância da prática de exercícios físicos. Mas para estar com a saúde em dia, não basta apenas comprar os melhores cremes e manter uma rotina de treinos, é preciso visitar o médico com frequência e se manter atento às doenças que muitas vezes não apresentam sintomas.

 

O Glaucoma, que popularmente é conhecido como “O ladrão silencioso da visão”, é uma dessas doenças. Segundo a Organização Mundial da Saúde, 80% dos casos de cegueira poderiam ser evitados se houvesse acompanhamento médico constante, diagnóstico precoce e tratamento adequado. Não dá para falar de autocuidado sem manter o alerta de que para evitar essas condições graves de saúde é necessário manter o check-up na lista de prioridades.

 

A jornalista Niágara Braga entendeu cedo a importância de visitar o médico regularmente. Durante uma consulta com um oftalmologista para trocar de óculos, ela descobriu que estava com glaucoma em estágio inicial. Aos 29 anos e sem nenhum sintoma de uma doença que, em suma, afeta pessoas idosas, Niágara nunca descobriria de outra forma que estava com uma condição que poderia levar à cegueira se não tivesse ido ao seu médico. “Eu preciso fazer acompanhamento com exames e revisão regularmente, mas desde que eu faça isso, e faça o tratamento correto, o glaucoma pode ser controlado para não causar perda de visão.”

 

Para o oftalmologista da Clínica Visão, Roberto Magno Nunes, a realização do check-up deve ser realizada por crianças e adultos de todas as idades, principalmente a partir dos 40 anos. O médico também ressalta que a questão educacional e a falta de informação sobre as doenças ditas como silenciosas é o que faz com que poucas pessoas estejam atentas à saúde dos olhos. Roberto explica ainda que “o diagnóstico precoce ainda é essencial para garantir que muitas doenças oculares possam ser revertidas, garantindo um melhor tratamento e qualidade de vida ao paciente.”

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

"15 minutos e você bem informado"

27 de junho de 2022 Escrito por: Empresas Gaúchas
Parceiros Empresas Gaúchas
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×